Qual importância do nível de senioridade numa empresa?

O nível de senioridade é alcançado pelos profissionasênioris que têm a partir seis anos de experiência em uma empresa. Além disso, caracteriza pessoas com formação mais aprofundada e, autonomia e conhecimentos aplicáveis nos níveis decisórios e estratégicos. Entretanto, cada vez mais esse termo ganha outros significados.

Neste artigo, você vai entender em profundidade esse conceito e a importância dos trabalhadores sênior para as organizações. Confira!

O que é nível de senioridade e como anda o mercado para esses profissionais?

Conforme já adiantamos, o nível de senioridade remete ao tempo em que um profissional está no cargo. Comumente, ele é mais experiente que a maioria de seus colegas.

Tradicionalmente, as empresas têm um ranking (formal ou informal) baseado no tempo de serviço de seus funcionários e, muitas vezes, a senioridade é utilizada como um marcador para promoções e delegação de responsabilidades.

No entanto, o tempo de carreira por si só não é sinal de senioridade. Esse conceito também está ligado à formação e aos resultados obtidos em projetos e negócios. Ou seja, não basta trabalhar com o mesmo mercado durante muito tempo se o profissional não se atualiza e não busca complementar seus conhecimentos.

Nos últimos anos, as empresas têm voltado suas atenções para os profissionais sênior. Uma reportagem do jornal Valor Econômico, publicada recentemente, destacou essa tendência. A publicação apontou os desafios das pessoas com mais de 50 anos com a chegada da geração Millennial (nascidos entre 1980 e meados de 1980) ao mercado de trabalho. Apontou grandes empresas nacionais que estão voltando a contratar profissionais sênior.

O que os especialistas em recursos humanos e também os diretores das organizações destacam é que as pessoas mais velhas, com mais tempo de carreira, tendem a ser mais comprometidas e contribuem muito para as equipes. Eles servem como ponto de equilíbrio, uma vez que os Millennials têm certa dificuldade com foco e concentração, e precisam de apoio para tirar projetos do papel e colocá-los em prática.

Por que o nível de senioridade passou a ganhar a atenção das empresas em todo o mundo?

Além das mudanças profundas provocadas pela geração Millennial, sobretudo com as novas tecnologias fazendo parte do dia a dia das pessoas, os profissionais sênior estão em alta também por uma questão demográfica. O envelhecimento da população é grande no mundo todo, principalmente nos países desenvolvidos, onde as taxas de natalidade caem ano após ano.

Com mais pessoas vivendo mais tempo, os governos têm se preocupado com a previdência pessoal, por exemplo. Isso porque o número de aposentados aumenta e o de contribuintes diminui, o que pode colapsar os sistemas previdenciários nos próximos vinte ou trinta anos.

Esse movimento também chegou ao mundo corporativo, seja por iniciativa de políticas públicas (incentivos fiscais, por exemplo), seja pela própria percepção do mercado de que as pessoas podem trabalhar mais antes de se aposentar. Em suma, cresce a cada dia o número de empresas que estão entendendo que o nível de senioridade é um tema importante que ajuda, inclusive, a elevar a saúde organizacional.

Por que sua empresa deve considerar a contratação de profissionais sênior?

Uma outra matéria, publicada pela revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, destacou quatro grandes vantagens da contratação de profissionais veteranos:

  1. agilidade nas tomadas de decisão, amparada pela experiência;
  2. capacidade de resiliência, na comparação com as novas gerações;
  3. apoio aos profissionais menos experientes (mentoria);
  4. esforços de qualificação.

Mas há outras razões para que o nível de senioridade seja um dos pilares da atração e retenção de talentos nas organizações. Elas serão detalhadas a seguir, acompanhe!

Profissionais sênior elevam a qualidade do seu negócio

A experiência trazida pelos trabalhadores com mais tempo de atuação pode garantir a qualidade dos produtos e serviços da sua empresa. Eles podem unir seus conhecimentos aos novos modelos de trabalho realizados pelas novas gerações e ajudar a evitar erros que eles próprios já vivenciaram.

Eles são mais focados e atentos

As lideranças costumam reclamar da dispersão dos profissionais das gerações Y e Z, que cresceram com a internet e tendem a perder o foco com facilidade. As pessoas com alto nível de senioridade, pelo contrário, são mais focadas e atentas. Elas são uma mescla perfeita em equipes multidisciplinares, pois, entre outras coisas, se tornam mediadoras de conflitos e catalisadoras de resultados.

São menos aventureiros, tomam decisões mais acertadas

Com menos ímpeto aventureiro, os profissionais sênior tendem a ser mais sensatos em suas decisões. Isso é fundamental na atual dinamicidade do mercado. Ou seja, por um lado as novas gerações querem inovar e romper barreiras, mas têm dificuldades para manter os riscos sob controle; por outro, as gerações veteranas já têm experiências para não “tirar os pés do chão” na hora de decidir.

Estão sempre se esforçando para se manterem relevantes

Há muitos especialistas que também destacam os esforços dos profissionais mais velhos para se manterem relevantes no mercado de trabalho. Isso só pode se traduzir em mais resultados para as empresas. Entre os sêniors, a rotatividade também costuma ser menor, o que ajuda a reduzir custos com demissão, contratação e retenção de talentos.

Contribuem com a transmissão de seus conhecimentos

Por mais moderno que um negócio seja, ele sempre será resultado do acúmulo de experiências do setor no qual está inserido. Nem tudo pode ser aprendido em sala de aula, sobretudo quando falamos das capacidades interpessoais e de particularidades específicas de um negócio.

Ao contratar e manter profissionais veteranos em seus quadros, as empresas também ganham com o compartilhamento de seus conhecimentos. Eles podem ensinar aos mais jovens por meio do exemplo; a melhor forma de aprendizado que existe. E isso fortalece a cultura organizacional.

Como você viu, há muitas razões pelas quais o tema do nível de senioridade deve ser tratado com atenção pelas organizações. Essa não é meramente uma tendência comportamental, ela pode ser também vista como uma estratégia de diferenciação e competitividade.

Quanto antes a sua empresa começar a articular esse assunto, melhor. Isso porque a população está envelhecendo, mas também porque cada dia mais organizações têm se voltado para a criação de estratégias de senioridade. Ou seja, em pouco tempo será difícil contratar profissionais com alto grau de experiência para compor equipes diversificadas nesse sentido.

Sua empresa já se preocupa com o nível de senioridade de seus colaboradores? Você gostou da reflexão que trouxemos neste artigo? Para não perder nenhum dos próximos conteúdos, assine agora a nossa newsletter!