08.08.2018
Como uma consultoria em telecomunicações deveria funcionar?

Atualmente, vivenciamos um cenário com diversas soluções em telecomunicações a serem analisadas para cada modelo de negócio. As empresas devem considerar as melhores alternativas em relação diferentes a fatores, como redes, data center ou infraestrutura em nuvem, e analisar a viabilidade de incorporação de novas tecnologias à sua rotina, como a internet das coisas. Além desses fatores, deve haver atenção especial à segurança da informação, para que ameaças de invasão ou acesso indevido não comprometam a continuidade do negócio.

A análise correta sobre quais soluções de telecomunicação são as mais indicadas a cada negócio é determinante para uma série de anseios de gestores. A escolha ideal para o modelo empresarial pode influenciar em redução de custos, mitigação de riscos, aumento de produtividade e de receita.

Assim, a consultoria em telecomunicações é vital para que as empresas façam as escolhas corretas. O foco é integrar soluções altamente qualificadas e que ajudem os contratantes a disponibilizarem os melhores produtos ou serviços para os seus clientes. Mas o que de fato uma consultoria deve oferecer para funcionar corretamente? É o que você verá nos tópicos a seguir. Confira!

A importância da consultoria em telecomunicações

Quando falamos em consultoria de telecomunicações, precisamos ter em mente que o contexto de soluções em telecom está diretamente relacionado ao contexto de negócios. Os recursos utilizados são capazes de auxiliar uma companhia a reduzir custos e aumentar sua produtividade.

Para atingir esses objetivos, a consultoria “faz uma fotografia” da situação atual do contratante. São analisadas três camadas: física, lógica e de aplicação. Assim, é possível compreender como está toda a arquitetura de TI dessa organização, sua infraestrutura, soluções e serviços.

A partir da análise de toda a arquitetura de tecnologia da informação, sua relação com o negócio e sua operação — realizada em casa com mão de obra própria ou mesclado com terceiros —, é possível mensurar os riscos e o que pode ser alterado para que a empresa alcance um plano contínuo de negócios.

As principais tarefas da consultoria

Vimos que a consultoria de telecomunicações oferece uma série de serviços e avanços estratégicos que ajudam não só a organizar o setor de TI, mas também todos os processos ligados de alguma maneira ao telecom. A seguir, mostraremos algumas das principais soluções oferecidas e que também podem ser consideradas benefícios da contratação da consultoria!

Redução de custos

Diante de um cenário de turbulência econômica, reduzir custos é um dos principais objetivos no mercado corporativo. Todavia, o aumento do dólar pode tornar essa missão mais distante quando falamos em soluções de telecomunicação. Os investimentos nesses produtos e serviços está atrelado ao mercado internacional, o que, consequentemente, aumenta a necessidade de recursos.

Diante dessa perspectiva, a consultoria de telecomunicações auxiliará na indicação das soluções que melhor se encaixam às necessidades da empresa, evitando desperdícios de recursos. Além disso, a análise da arquitetura de TI da companhia oferecerá o caminho para que essa área possa auxiliar as demais na redução de custos.

Um dos caminhos a serem analisados pela consultoria é a possibilidade de terceirização de serviços de TI. Afinal, a empresa que assumirá essa gestão tem expertise na área, além de ferramentas para atuar com eficácia e realizar a automação de processos.

Mitigação de riscos

Deficiências em infraestrutura podem causar prejuízos de grandes proporções às empresas. Caso as soluções de telecomunicações não sejam capazes de suportar o negócio, a companhia conviverá com o risco de ter suas atividades paralisadas por falhas que poderiam ser facilmente evitadas com uma boa consultoria.

As falhas operacionais podem abalar não só a confiança do mercado nas transações realizadas pela sua empresa, mas também gerar insegurança, o que traz consequências negativas para o negócio. Uma boa consultoria precisa ter como meta um plano de mitigação de riscos estratégicos.

Imagine, por exemplo, que uma falha ocorra em alguma fase do processo de repasse de dados entre uma área e outra. A ação da consultoria é justamente identificar essas falhas e corrigi-las, fazendo com que a operação continue no rumo certo e o desempenho da organização não seja comprometido.

As fraudes também serão minimizadas. Isso porque a consultoria dará acesso às informações e aos recursos de forma delimitada para cada área, garantirá a segurança de senhas e logins de acesso, evitando assim que usuários infrinjam os códigos de conduta da empresa quanto ao acesso de dados.

Resumidamente, ela será responsável por identificar, analisar, solucionar e acompanhar os riscos, buscando sempre os planos de ação mais adequados à realidade organizacional em questão.

Plano de Continuidade dos Negócios

Toda empresa, independentemente do seu porte, está sujeita a sofrer com situações adversas no seu cotidiano. Fatores como fraudes financeiras, pane no sistema, entre outros, podem acontecer a qualquer momento. Embora não seja comum, é preciso garantir que a organização estará preparada para enfrentar problemas dessa natureza.

A consultoria em telecomunicações é encarregada justamente de estabelecer o Plano de Continuidade dos Negócios. O documento conta com estratégias que garantem o funcionamento das atividades corporativas, mesmo em meio aos problemas citados, até que a situação seja regularizada.

Por exemplo, se há uma queda na conexão da internet que comprometa a segurança dos dados da empresa, a consultoria reduzirá o tempo de queda bem como os problemas advindos dessa interrupção.

Para isso, ela trabalhará preventivamente, com uma especificação e seleção de soluções que ajudem a recuperar possíveis falhas em TI, mantendo assim a integridade e reputação da companhia. Assim, ela terá o poder de antecipar momentos que levam essas falhas, tendo em mãos um plano contingencial.

Aumento da produtividade e receita

Os sistemas de informação da empresa precisam funcionar em perfeito estado para que os processos tenham continuidade. Logo, a TI desempenha um papel fundamental de garantir que todas as ferramentas operem com a sua total potência.

No entanto, a TI não se restringe a isso, apesar de ter sua atuação muitas vezes relacionada apenas a correções e reparos. É por isso que a contratação da consultoria é feita, a fim de garantir que tudo funcione, permitindo assim ao setor de TI ter uma atuação mais estratégica e possa se dedicar a decisões que impactem no negócio e apoiem o core business da organização.

Consequentemente, o serviço prestado é otimizado, as manutenções são realizadas com mais eficácia, o que leva a maior produtividade da equipe. Quando todas as ferramentas funcionam de maneira sincronizada, visto que uma infraestrutura robusta é oferecida pela consultoria, há um claro aumento no desempenho do grupo.

A disponibilidade e a performance do sistema são determinantes para a produtividade, o que é garantido com a contratação de um serviço de telecom. Como vimos, ela não só aperfeiçoa os sistemas, como também traz redução de custos, algo muito importante na realidade atual.

Dada essa série de benefícios, é importante levar em consideração alguns pontos para fazer corretamente a contratação da consultoria. Entre eles estão a experiência que ela tem no ramo, a modernidade e a inovação das soluções oferecidas e também a eficácia das estratégias aplicadas a outros negócios.

E então, depois de ler este artigo concluiu que a sua empresa precisa de uma consultoria em telecomunicações? Entre em contato conosco e conheça os serviços que oferecemos nessa modalidade!

Colaborou com a produção deste post Ricardo Palomar, gerente de Telecomunicações da Vexia. Palomar é responsável por todo o setor, desde o planejamento até a área comercial. Com 22 anos de carreira em telecomunicação, já trabalhou com fornecimento, na Motorola e Siemens, e operação, na Brasil Telecom e Oi.