Aniversário é marcado pelo sucesso de sua abordagem consultiva em meio ao crescimento exponencial da transformação digital nas empresas!

Em 2016 lançava-se ao mar. Em um tempo de águas turbulentas, apostou na coragem e competência de sua tripulação. Assim adentrou o “mar de Drake”, enfrentou tempestades e, passados quatro anos, seus feitos são reconhecidos aos quatro ventos. Vexia é o nome dessa embarcação, que hoje – dia 7 de outubro de 2020 – comemora quatro anos de vida, que podem parecer poucos num primeiro momento, mas que carregam o conhecimento de experientes comandantes e marinheiros.

“Faríamos tudo de novo. Podemos dizer que nosso sonho deu certo e que ainda temos muitos mares a desbravar”, afirma o CEO da Vexia, Roberto Uemoto, ao brincar com as referências náuticas para contar a história da companhia.

Spin-off” da primeira empresa de Centro de Serviços Compartilhados brasileira, criada em 1999, a Vexia já nasceu evoluindo para o Full Outsourcing e, recentemente, consolidou-se com uma abordagem consultiva, oferecendo soluções altamente customizadas para as necessidades de cada cliente.

Seu crescimento e reputação em um mercado de gigantes multinacionais, a coloca bastante distante de estatísticas como a do IBGE (outubro de 2019) que mostram que seis em cada dez empresas fecham em cinco anos de atividade no País.

Experiente em águas revoltas, a pandemia foi mais um balizador para ajustar as velas e continuar firme e forte em sua proposta de “disruptar” e fornecer agilidade e leveza em um mercado considerado conservador.

Atualmente está dividida pelas áreas de negócios Business Process Solutions (BPS),  Digital Technology Solutions (DTS) e Governance, Risk, Compliance & Legal, desenvolvendo soluções e produtos que visam otimizar operações, melhorar a produtividade e o desempenho financeiro das organizações. Contempla, por exemplo, uma vertente chamada Inovações Disruptivas, que está sempre trabalhando para identificar formas totalmente novas de operar e servir os clientes.

“A gente não encaixa necessidades em soluções prontas, a gente desenvolve e propõe, levando em consideração as peculiaridades de cada um”, ressalta Ricardo Castro, vice-presidente da área de Digital Technology Solutions (DTS) da Vexia.

Para Uemoto, a estrutura sociocultural de um País interfere muito nos negócios, o que dá uma vantagem competitiva à Vexia por ser nacional. “Nossa abordagem é entregar o que o cliente precisa, com processos digitais e cognitivos inovadores, mas totalmente aderentes à realidade dele, desde o chão de fábrica”, enfatiza.

A história da Vexia é de superação, por ter nascido em um momento tido como difícil em termos políticos e econômicos, e muito do que fazemos deve-se ao conhecimento das pessoas, segundo o vice-presidente de Governance, Risk, Compliance & Legal da Vexia, João Carlos Orzzi. “Nosso patrimônio é o conhecimento e ele vem das pessoas. A necessidade ensina e estimula a criatividade e foi neste cenário que muitas soluções foram criadas internamente e que hoje estão conquistando o mercado. Muitas inovações ainda estão por vir, fruto da inquietação, agilidade e criatividade oriundos de anos de experiência da nossa tripulação”, conta Orzzi.

#Vexia em números

  • Receita bruta cresceu, em média, 108% ao ano (2016-2020)
  • Base de clientes aumentou mais de 8 vezes
  • Serviços contratados cresceram mais de 12 vezes

#NoRumoCerto

Assim como a pandemia acelerou a transformação digital em larga escala, também impulsionou o posicionamento da Vexia em se consolidar como uma provedora de soluções disruptivas. Ou seja, apta a conduzir a jornada digital de seus clientes, atendendo desde as mais urgentes reestruturações decorrentes do home office em massa, até desenhando roadmaps personalizados e estratégicos rumo à maturidade digital – quando os processos digitais não só estão implementados, mas em uso por todos os gestores e colaboradores.

“Nesse mundo volátil e incerto, novas tempestades virão, mas acreditamos no caminho de prover serviços de forma distinta e em nossa capacidade de, não só saber lidar rapidamente com as transformações, mas de sermos um agente delas”, finalizou o CEO da Vexia, Roberto Uemoto, um dos idealizadores do spin-off, onde tudo começou.

Para conhecer mais sobre a Vexia, entre em contato com o nosso time!

Ricardo Castro
Roberto Uemoto
João Carlos Orzzi Lucas