20.09.2018
Descubra 7 vantagens da SD-WAN para sua empresa

A infraestrutura de rede de uma empresa é crucial para manter os seus serviços com alta qualidade. Em grandes negócios, que possuem várias filiais e profissionais deslocando-se para vários locais, isso é algo ainda mais importante; a complexidade da infraestrutura não deve, em momento algum, interferir na capacidade dos times de se manterem conectados.

Nesse sentido, a companhia deve trabalhar para que tecnologias como a Internet das Coisas, o Big Data e a computação na nuvem possam ser integradas com infraestruturas de rede sem que gargalos sejam criados. Esse é um dos maiores desafios do gestor de TI no ambiente atual, uma vez que novos equipamentos e soluções podem interferir diretamente na capacidade das políticas de governança de TI de manterem a integridade do negócio.

Portanto, é importante que o empreendimento possa integrar tecnologias como a SD-WAN para evitar que as várias conexões de rede do negócio tenham problemas de segurança e desempenho em momentos de grande uso. Se você quer saber mais sobre essa solução e as principais vantagens da SD-WAN para a sua empresa, acompanhe o nosso post até o final!

Definição de SD-WAN

As SD-WAN (sigla para Software-Defined Wide Area Network) são uma evolução das WANs  — sigla para Wide Area Network, um tipo de infraestrutura de rede capaz de conectar ambientes distribuídos por grandes distâncias. Se as redes WAN utilizam tecnologias tradicionais como links dedicados, ADSL, redes 4G e MPLS para integrar a conexão de usuários, as redes SD-WAN adotam uma arquitetura computacional que une soluções de software e hardware para virtualizar as conexões WAN e um único ambiente.

Essa solução permite ao negócio garantir que todos os seus serviços de TI que dependem de uma conexão de rede possam atender a uma série de requisitos, como disponibilidade, visibilidade e alta performance. Independentemente da aplicação que for utilizada pelo usuário, ela conseguirá enviar e receber pacotes de dados com segurança, integridade, baixo custo e rapidez.

A arquitetura SD-WAN tornou-se crucial para que negócios conseguissem adotar novas tecnologias no ambiente corporativo sem que isso implicasse em problemas de performance. Hoje, soluções como a Internet das Coisas, o Big Data e a computação na nuvem tornaram a infraestrutura de TI complexa e geraram a necessidade de ter conexões de alta capacidade. Com a SD-WAN o empreendimento consegue manter as suas conexões de rede escaláveis e prontas para lidar com um alto fluxo de informações, mesmo em momentos de alta demanda.

Principais vantagens da SD-WAN

As redes SD-WAN podem trazer uma série de benefícios para as empresas. Elas elevam as vantagens de infraestruturas de rede WAN tradicionais, o que tornará o negócio mais competitivo e eficaz em médio e longo prazo. Confira, nos próximos tópicos, os principais benefícios dessa solução.

1. Maior flexibilidade

As redes SD-WAN trazem mais flexibilidade para as políticas de gestão de TI. O gestor pode configurar vários links ao mesmo tempo, reduzindo o tempo necessário para disponibilizar recursos ao usuário e tornando os processos de governança de TI mais simples.

A empresa também conseguirá criar uma infraestrutura de TI mais diversa sem comprometer a sua integridade operacional. Múltiplas tecnologias poderão ser integradas no ambiente, dando a capacidade para a rede interna atender a diferentes cenários da melhor forma possível.

Isso ampliará, também, a abrangência da rede com mais facilidade. A empresa poderá sempre escolher a tecnologia de infraestrutura de rede de melhor custo-benefício para cada localidade e, assim, garantir uma conexão de qualidade para os seus usuários, sem comprometer os seus gastos com TI.

2. Maior visibilidade das aplicações

Em um cenário em que a tecnologia está integrada a vários processos corporativos, ter um conjunto de serviços de rede de alta disponibilidade é fundamental. Quando o negócio tem dificuldades para enviar e receber informações de serviços integrados à nuvem, por exemplo, os seus profissionais perdem a capacidade de atingir as suas metas e de atender às demandas de parceiros comerciais. Consequentemente, o empreendimento tem mais atrasos e aumento dos custos operacionais.

Com as redes SD-WAN, a companhia pode garantir uma conexão livre de uma taxa de latência elevada e de erros, como a perda de pacotes de dados. Dessa forma, todas as aplicações que dependem de uma conexão ativa para funcionarem com alta performance serão executadas sem grandes dificuldades, oferecendo a todos os times o máximo de qualidade operacional.

3. Segurança de dados e do usuário aprimorada

Um dos maiores problemas enfrentados pelas companhias no cenário atual é a segurança de dados. Os ataques modernos estão causando um grande impacto na capacidade das empresas de se manterem operacionais e, ao mesmo tempo, estão gerando sérios prejuízos financeiros. Com isso, todos os investimentos em TI passaram a contar com uma análise sólida sobre o impacto que as novas tecnologias terão sobre a integridade digital do negócio.

Nesse sentido, as redes SD-WAN conseguem fornecer ao empreendimento a capacidade de criar um ambiente de trabalho diversificado, sem que isso comprometa a segurança do usuário. As soluções de gestão de redes SD-WAN modernas conseguem criptografar pacotes de dados e reduzir ao máximo as chances de os pacotes serem interceptados.

Por meio de uma gestão de recursos centralizada, a empresa consegue eliminar vulnerabilidades e evitar riscos não mitigados. O gestor conseguirá avaliar o comportamento de todos os usuários, rastrear problemas e assegurar que a segurança seja mantida em um nível elevado. Dessa forma, a companhia pode evitar falhas e garantir a integridade de suas aplicações e informações digitais.

4. Maior controle sobre a infraestrutura de rede

Possuir um controle sobre a infraestrutura de rede é crucial não só para manter a segurança digital elevada, mas também para garantir o máximo de disponibilidade e acessibilidade para os recursos do negócio. A empresa conseguirá configurar e monitorar a sua infraestrutura de uma maneira unificada, reduzindo o tempo de resposta a mudanças no ambiente de TI e dando mais performance para todas as conexões.

Em momentos de aumento de demanda, isso será essencial. O negócio poderá aumentar ou reduzir a capacidade de banda de uma área, distribuir recursos e otimizar rapidamente o acesso. Assim, o usuário terá a garantia de que os seus serviços de rede sempre terão uma performance de ponta.

5. Aumento do desempenho dos dispositivos e das conexões de rede

Todos os fatores acima contribuirão para uma melhora geral na performance da infraestrutura de rede. As rotinas de gestão serão simplificadas, o que reduz o tempo necessário para que o gestor possa configurar serviços e distribuir recursos. E com a possibilidade de otimizar a execução de aplicativos, o negócio conseguirá reduzir o número de erros e falhas operacionais.

6. Possibilidade de criar redes full-mesh

As redes full-mesh, também chamadas de malha total, geram uma série de vantagens para as empresas — e com a SD-WAN, criar um ambiente baseado nessa solução torna-se muito mais fácil. O resultado é que os pontos de conexão terão uma maior integração, permitindo que o gestor otimize a distribuição de recursos para o usuário.

7. Maior inteligência no controle de tráfego

A SD-WAN agiliza e torna mais precisos os processos de monitoramento de recursos. A empresa consegue criar regras para automatizar ações, identificar problemas com agilidade e evitar que gargalos causem um grande impacto na rotina do usuário. Assim, o fluxo de tráfego das conexões será sempre executado da maneira mais inteligente possível.

Criação de uma WAN própria

Para aproveitar os recursos de rede disponíveis em uma WAN, a empresa deve adotar uma série de estratégias. Elas garantem ao gestor de TI a capacidade de ter um ambiente centralizado para gerenciar recursos, evitar problemas de performance e mitigar rapidamente as falhas. E com uma infraestrutura de TI planejada de forma adequada, a companhia pode entregar ao usuário uma conexão que dará acesso a serviços de rede com segurança, agilidade e integridade.

Confira, nos tópicos seguintes, quais são os pontos primordiais que devem ser levados em consideração para que o negócio não tenha problemas ao investir em uma WAN.

Faça um mapeamento interno sobre as necessidades e o perfil do negócio

Para manter uma infraestrutura de rede eficiente, independentemente do porte do negócio, o setor de TI deve realizar um levantamento completo sobre a companhia. Portanto, faça um alinhamento estratégico com outras áreas para identificar fatores como:

  • necessidades dos usuários;
  • objetivos de médio e longo prazo;
  • perfil do negócio;
  • infraestrutura de rede atual e a sua capacidade;
  • regras de segurança e governança de TI existentes;
  • normas de compliance;
  • normas regulatórias;
  • dispositivos e aplicações que serão integrados à rede WAN;
  • normas sobre as políticas operacionais gerais.

Esses fatores interferem diretamente no investimento que a companhia fará na WAN. Com esses detalhes em mãos, o gestor consegue escolher uma infraestrutura alinhada com as necessidades do empreendimento e que seja capaz de fornecer uma experiência de uso de alta qualidade, em que as ferramentas de TI possam ser integradas ao dia a dia de todas as áreas sem gerar problemas de performance em médio e longo prazo.

Pense de maneira abrangente

Para que o negócio tenha um rígido controle sobre todos os fatores que afetam a performance da infraestrutura de TI, é preciso ter uma visão abrangente ao estruturar os processos de governança e segurança digital para a gestão da SD-WAN. Sabendo como  todas as interações de software ocorrem, os pontos de atenção e as possíveis vulnerabilidades, o empreendimento pode evitar riscos e tornar a infraestrutura muito mais eficaz.

Tenha uma equipe bem-estruturada

O time de TI deve estar preparado para lidar com os desafios da gestão de uma SD-WAN. Os técnicos precisam conhecer a infraestrutura em detalhes, os processos de governança, as rotinas de manutenção e as soluções de troubleshooting de falhas profundamente. Dessa forma, a companhia pode eliminar problemas e garantir uma conexão de qualidade com muito mais facilidade.

Faça uma migração progressiva

A migração para a nova infraestrutura dos serviços de TI que dependem de conexões de rede para serem funcionais deve ser feita de maneira progressiva. Esse processo auxilia o negócio a reduzir o impacto da migração, evitar problemas e conseguir um resultado melhor ao final do projeto.

Divida a migração em etapas e faça análises dos resultados ao término de cada uma delas. Avalie os erros e problemas encontrados, as medidas utilizadas para solucioná-los e as práticas que devem ser replicadas nas etapas seguintes. Assim, a empresa consegue garantir um maior retorno sobre o seu investimento e uma integração mais profunda para os seus usuários.

Tenha uma rotina de manutenção bem-estruturada

A rotina de manutenção da infraestrutura SD-WAN deve ser estruturada para garantir um desempenho contínuo para os serviços de TI. Portanto, é importante que o negócio elabore medidas preventivas e corretivas que sejam capazes de atender às demandas dos usuários e evitar que quedas de performance afetem profundamente a rotina do empresa.

Faça uma avaliação dos principais riscos que atingem o funcionamento da infraestrutura de rede, como problemas de excesso de demanda, falha em equipamentos e vulnerabilidades de segurança. Crie medidas corretivas e preventivas em conjunto com todos os profissionais que atuam no setor de TI.

As medidas preventivas auxiliarão o negócio a evitar problemas que possam afetar a performance da infraestrutura de TI. Por outro lado, os processos corretivos reduzirão o impacto causado por qualquer falha. Portanto, instrua o time para que essas práticas possam ser executadas da melhor forma possível, reduzindo o impacto de cada falha e, sempre que possível, adotando a automação de processos.

Atualize as políticas de segurança

A inserção de novos dispositivos na infraestrutura do negócio é um processo necessário, mas é capaz de criar uma série de novas vulnerabilidades para o empreendimento. Portanto, é importante que a empresa consiga evitar que os riscos de segurança sejam ampliados ao investir na criação de uma WAN.

Faça uma reavaliação das políticas de segurança digital e como os novos dispositivos podem impactar a integridade dos serviços de TI. Identifique as possíveis vulnerabilidades e estruture rotinas para mitigar qualquer problema. Confira, a seguir, os principais investimentos que podem ser feitos.

Uso de sistemas de monitoramento de recursos

Por meio do monitoramento da infraestrutura de rede a empresa pode otimizar a performance dos dispositivos e garantir mais segurança para os usuários. Qualquer tipo de problema será identificado com agilidade e precisão. Dessa forma, medidas corretivas serão tomadas com rapidez, evitando grandes prejuízos.

Criação de regras de controle de acesso

As regras de controle de acesso reduzem o impacto causado por qualquer ataque à rede. Ao garantir que todos os usuários tenham acesso apenas aos recursos necessários para a execução de suas rotinas de trabalho, será mais fácil para a empresa evitar falhas e a perda da integridade da infraestrutura de TI.

Investimento e uso de um firewall

O firewall reduz as chances de conexões fraudulentas ou pacotes maliciosos terem acesso à rede SD-WAN da empresa. Ao monitorar todas as conexões, essa ferramenta de segurança consegue bloquear tentativas de conexão inseguras e manter a integridade dos usuários intacta.

Uso de senhas complexas nas ferramentas de gestão de aplicativos e sistemas de segurança

A definição de senhas complexas para as soluções de gestão do negócio e os painéis de controle é uma medida simples mas que pode causar um grande impacto na segurança geral do usuário. Essa estratégia pode evitar uma série de ataques, além de reduzir as chances de os usuários efetuarem um uso indevido dos dispositivos de rede.

Segmentação da rede

A segmentação da rede é uma estratégia que permite ao negócio evitar que ataques causem um grande impacto na rotina do usuário. Se problemas ocorrerem na infraestrutura, eles estarão limitados a uma pequena área. Dessa forma, a companhia consegue aplicar medidas corretivas com mais facilidade e diminuir as chances de uma falha se propagar com agilidade.

Tais medidas auxiliam o gestor de TI a ter uma visão abrangente sobre a integridade da infraestrutura de TI. A identificação de ameaças se torna muito mais ágil e, caso alguma invasão ocorra, o seu impacto será o menor possível. Além disso, a empresa conseguirá manter um maior controle sobre como a infraestrutura é utilizada e, dessa forma, manter os serviços de rede com maior nível de confiabilidade.

Faça testes

Novos dispositivos sempre podem gerar problemas de compatibilidade na infraestrutura de TI. Diante disso, faça testes para avaliar se os dispositivos e sistemas conversam entre si sem grandes dificuldades. Dessa forma, a empresa evita gargalos de performance e problemas nas trocas de dados.

Esse é um dos pontos que tornam importante a implementação de uma SD-WAN de maneira progressiva. Quando o negócio faz a adoção de uma nova infraestrutura aos poucos, problemas de compatibilidade podem ser solucionados com mais facilidade. Dessa forma, a empresa terá chances maiores de atingir os resultados esperados.

Monitore resultados

Para assegurar que o negócio consiga atingir as metas definidas ao investir na infraestrutura de SD-WAN, é importante que os resultados sejam monitorados por meio de indicadores de performance após a migração para o novo ambiente. Isso permite que os profissionais de TI possam solucionar problemas não planejados, garantindo que a empresa tenha o máximo de aproveitamento da sua infraestrutura em médio e longo prazo.

Treine os usuários

Os usuários da rede WAN também devem ser treinados para que a integração da infraestrutura ao seu dia a dia seja a mais rápida possível. Portanto, instrua os times a trabalharem da melhor forma possível com os novos sistemas e qualquer rotina que tenha sido criada após a migração. Dessa forma, o tempo necessário para que as pessoas se adaptem ao novo ambiente de trabalho é reduzido e o retorno sobre o investimento aumenta.

Aproveite os recursos que já estão disponíveis para uso

Nem sempre há a necessidade de investir em uma infraestrutura do zero para adotar a SD-WAN. O negócio pode contar com a estrutura que já está implementada para reduzir os custos e o tempo necessário para integrar essa tecnologia ao seu ambiente de trabalho. Dessa forma, o retorno sobre o investimento é atingido com mais facilidade e em um prazo menor.

Conte com o apoio de um parceiro estratégico

Nem sempre a empresa terá todos os recursos necessários para migrar para a SD-WAN da melhor forma possível. Nesse momento, o apoio de um parceiro comercial pode ser a peça-chave para que a adoção dessa tecnologia seja feita sem grandes problemas. E isso pode ser feito de duas maneiras: com o apoio do outsourcing de TI ou contratando um serviço de consultoria.

terceirização de TI traz a flexibilidade necessária para que o setor consiga se manter operacional e, ao mesmo tempo, executar a migração para a nova estrutura com facilidade. O gestor poderá contar com um time deslocado especialmente para executar a integração dos serviços de TI, realizar testes e prestar suporte ao usuário em caso de dúvidas ou problemas.

Como esse serviço pode ser contratado a qualquer momento e apresenta uma alta flexibilidade, os custos operacionais do projeto não serão impactados. A companhia conseguirá ampliar o tamanho do seu time sem precisar passar por processos burocráticos. Ao mesmo tempo, o time de TI local poderá manter o foco nas rotinas críticas e, com isso, garantir que o atendimento às demandas diárias seja mantido com qualidade.

A consultoria de TI pode auxiliar a empresa a traçar o melhor trajeto para investir na SD-WAN, fazendo uma avaliação completa do perfil do negócio, das alternativas disponíveis no mercado e das metas de médio e longo prazo.

Dessa forma, o consultor tem condições de criar uma estratégia de investimento conforme o perfil da empresa. Os caminhos traçados para o investimento nessa tecnologia terão riscos reduzidos e maior chance de sucesso. Assim, a companhia conseguirá aproveitar todas as vantagens da SD-WAN.

Ganho em competitividade e integração operacional

Uma infraestrutura de rede SD-WAN permite que o negócio consiga gerenciar várias conexões de maneira centralizada e abrangente. Essa tecnologia dá ao empreendimento a possibilidade de ter uma rede de larga escala unificada, com compartilhamento de dados feito de maneira integrada e sem erros.

Em longo prazo, a companhia conseguirá aproveitar todas as vantagens da SD-WAN. O negócio contará com os benefícios de ter um ambiente de trabalho integrado, com mais agilidade para solucionar problemas e definir a melhor estratégia para atingir as suas metas. E com maior suporte para rotinas de trabalho flexíveis, a empresa consegue atingir o nível de competitividade necessária para buscar novas oportunidades comerciais.

Gostou do nosso post sobre as vantagens da SD-WAN e sobre como ela pode ser estruturada? Quer saber mais sobre conteúdos semelhantes postados no blog? Então, assine já a nossa newsletter!