27.02.2018
Aprenda a economizar com a frota corporativa

Aposte na mobilidade corporativa, mas mantenha sempre um controle automatizado e adote o car sharing, procurando sempre estabelecer alternativas aos meios de transporte tradicionais.

 

Toda empresa precisa ter mobilidade. Por menor que o negócio seja, em algum momento ele necessitará fazer o transporte de colaboradores ou insumos. Mesmo com o trabalho remoto e as plataformas de cloud, a empresa precisa encontrar maneiras de garantir essa troca. No entanto, como se sabe, o investimento em veículos próprios não costuma ser baixo, por isso, é importante aprender como economizar com a frota corporativa.

No texto de hoje falaremos sobre como ter transporte à disposição sem precisar investir diretamente em uma frota própria e outras dicas que o farão economizar um bom dinheiro com relação à mobilidade. Confira!

Aposte na mobilidade corporativa

mobilidade corporativa é uma tendência que tem como objetivo a criação de um novo modelo de trabalho, a fim de oferecer redução de custos para a empresa, aumentar a produtividade dos trabalhadores e ainda proporcionar a eles uma melhor qualidade de vida.

Quando relacionamos o método ao transporte existe uma série de ações que podem ser tomadas, proporcionando a economia desejada à organização.

Por exemplo, a empresa pode adotar modelos de trabalho alternativo, como o home office. A ideia é que o trabalhador possa executar as suas tarefas de casa, sem que para isso tenha que se deslocar até a empresa.

Para isso, é fundamental que a companhia conte com tecnologias inovadoras e se adapte para trabalhar de acordo com esses novos moldes. No entanto, a mobilidade corporativa não se restringe apenas a esse tipo de modelo, mas também incentiva o uso de meios de transporte alternativos e coletivos, outras opções que servem para a economia na frota, como você pode ver nos próximos tópicos.

Adote o car sharing

car sharing é uma novidade que tem crescido a passos largos no Brasil. Pense na seguinte situação: a empresa precisa de utilizar um carro apenas alguns dias da semana e de maneira pontual. Se for manter uma frota exclusiva, ela terá gastos com a manutenção do veículo, que vão desde consertos até a troca do veículo quando este ficar obsoleto.

A ideia do método de car sharing prega o uso de serviços de compartilhamento de carros, uma espécie de terceirização. Ou seja, é estabelecido um contrato com uma prestadora de serviços que aluga os veículos para empresa a fim de que ela possa usá-los em suas atividades. Quando ela não estiver utilizando-os, eles são alugados para outras organizações.

O modelo tem atraído cada vez mais pessoas, justamente pelo acesso a bons veículos (a locadora sabe que para atrair clientes precisa sempre renovar a frota), conveniência (a empresa aluga o automóvel pelo tempo que precisar), economia (ela paga pelo aluguel, que costuma ser bem mais em conta do que manter um carro próprio), o que consequentemente traz maior flexibilidade ao dia a dia da corporação.

Veículo próprio e o car sharing

Esse modelo serve também para explicar outro conceito importante do compartilhamento. No primeiro caso ele estava diretamente ligado à terceirização de frota, agora vamos falar sobre veículos próprios compartilhados. Se a empresa precisa manter carros ou tem colaboradores com veículos próprios, ela pode incentivar o uso coletivo desse transporte, em um modelo parecido com a carona.

Dessa forma, a organização pode incentivar, por meio de estratégias de comunicação interna e RH, os colaboradores que moram próximos uns dos outros a compartilharem o mesmo carro, criando um ciclo rotativo. Isso vale especialmente para empresas que possuem alto número de funcionários em grandes cidades e também para aquelas companhias afastadas, que exigem deslocamentos maiores e não são atendidas de forma eficaz pelo transporte público.

Estabeleça alternativas aos meios de transporte tradicionais

O transporte coletivo, como vans fretadas, ônibus e metrô, não deve ser deixado de lado. A empresa pode e deve oferecer como alternativa o vale-transporte para a utilização. No entanto, sabemos que nem sempre é possível fazer uso eficaz deles, dada a configuração falha do transporte público no país. Com isso, a organização precisa buscar alternativas que promovam a mobilidade do colaborador.

Uma das alternativas é justamente uso de modais diferenciados, como os carros elétricos e também bicicletas. Como se sabe, o combustível tem subido de valor e isso gera custos enormes para a organização. Ao adotar o uso de carros elétricos a empresa não só consegue economizar, mas também proteger o meio ambiente.

Incentivar o uso de bicicletas é uma ação também para que a organização tome, incentivando assim o uso de transporte alternativo. Para isso, ela precisa contar com locais apropriados para que os funcionários possam deixá-las, mas também estabelecer políticas motivadoras que façam com que os colaboradores optem por usá-las. Outro aspecto importante diz respeito à proximidade de ciclovias e locais que garantam a integridade do ciclista.

Tenha um controle automatizado

Outra maneira de economizar com a frota corporativa é adotar um sistema que automatize a administração do uso de veículos da empresa. Para isso, é importante que a organização utilize um software capaz de controlar o uso de combustível, encontrar rotas alternativas e mais curtas para o deslocamento, otimizar em uma mesma viagem várias tarefas, entre outros.

Esse controle fará com a economia financeira da empresa seja visível e que ela possa investir o dinheiro em projetos que impactem diretamente o negócio. O interessante dessa ferramenta é que ela poderá oferecer relatórios aos gestores. Por sua vez, eles poderão adotar estratégias sempre visando o melhor aproveitamento dos veículos da empresa alinhando ao trabalho do colaborador com a ajuda do documento.

A modernidade trouxe uma série de benefícios ao dia a dia corporativo, mas também desafios. Hoje, com o número crescente de veículos na rua, a empresa que não mantém um sistema de gestão eficaz tende a perder muito dinheiro. Por isso, procuramos mostrar nesse artigo algumas das maneiras mais fáceis de controlar e economizar com a frota corporativa, a fim de tornar o seu negócio mais lucrativo.

Aliás, essa é uma tendência que terá um crescimento cada vez mais significativo: a otimização no controle dos custos do negócio. Falando sobre isso, sugerimos que você leia o nosso artigo com as 10 tendências de mercado que nenhum gestor pode ignorar!