18.08.2017
6 formas de acelerar a gestão de cobranças

gestao-de-cobrancas

A inadimplência tem sido tema constante no cotidiano das empresas. Segundo dados do SPC e do CNDL, quase 40% da população adulta brasileira está com o nome cadastrado em órgãos de proteção ao crédito. E essa estatística alarmante só comprova o quanto é preciso contar com uma gestão de cobranças eficiente!

Mas, na verdade, não se trata apenas de combater a inadimplência. A correta gestão de cobranças fortalece o relacionamento com os clientes e evita processos longos, que muitas vezes nem recuperam os valores investidos, além de abalarem a relação entre empresa e consumidor.

Para saber como blindar sua empresa contra situações negativas como essas, fique conosco e aproveite a leitura!

1. Faça uma boa análise de crédito

Para evitar problemas com pagamentos atrasados e inadimplência, a melhor solução é a precaução, fazendo uma boa análise de crédito. Saiba, que segundo dados do Serasa Experian, 38,8% dos consumidores que possuem dívidas têm renda de até um salário-mínimo, 39,1% possuem faixa salarial de até 2 salários-mínimos e 11,7% têm renda entre 3 e 5 salários-mínimos.

Anote aí: é importante considerar a capacidade de pagamento de cada cliente ao conceder crédito, bem como consultar órgãos de proteção ao crédito para saber se não há impedimentos e avaliar os riscos. Basicamente, uma checklist do que deve ser observado nesse caso ficaria assim:

  • checar dados cadastrais e referências comerciais;
  • verificar se há restrições em nome do consumidor;
  • analisar o perfil de crédito do consumidor;
  • avaliar o comprometimento da renda, pesquisando se o consumidor já tem que arcar com empréstimos e financiamentos, entre outros;
  • conferir a comprovação de renda.

Quanto mais informações sobre seus clientes você tiver, melhor será sua capacidade de análise de crédito e risco, o que garantirá menos problemas com recebimentos atrasados e necessidades de cobrança.

2. Crie uma comunicação eficaz

Muitos consumidores simplesmente se esquecem de pagar as contas, o que pode acontecer pelos motivos mais diversos. De acordo com o relatório Educação financeira dos brasileiros, 48% dos indivíduos economicamente ativos não fazem um controle sistemático relacionado às despesas pessoais, 18,8% da população não faz controle algum sobre suas finanças pessoais e 31,6% ainda contam com anotações em papel.

Como confiar na memória ou em anotações definitivamente não é o método mais eficaz, o que você pode fazer é ficar atento a esse tipo de comportamento do seu público-alvo e criar mecanismos que ajudem seus consumidores a se lembrarem dos próprios compromissos financeiros — como alertas de vencimento.

Por SMS, aplicativos de mensagem ou e-mail, é possível dar um toque para o cliente lembrar que tem uma conta vencendo. Nesse momento, muitas empresas enviam novamente o boleto ou o código de barras para facilitar o pagamento.

3. Adote um sistema de cobrança eletrônica

Conforme o número de clientes cresce, torna-se necessário escalar e otimizar a gestão de cobranças, garantindo agilidade, eficiência e qualidade. Manualmente, é praticamente impossível acompanhar. Com um sistema de cobrança eletrônica, no entanto, fica bem mais simples.

Essa tecnologia permite gerar cobranças em lote, eliminando o trabalho de digitação e controle manual. Também facilita a consolidação de pagamentos, confrontando o arquivo gerado pelo banco (arquivo de retorno) com as cobranças realizadas. Outra facilidade dos sistemas de cobrança eletrônica está no envio automático do boleto por e-mail ou na geração de um link com o código de barras para que a cobrança seja enviada por SMS.

4. Entenda o comportamento dos consumidores

Existem alguns clientes que deixam as contas atrasarem por conveniência, esperando acordos que favoreçam a redução de juros e taxas. Outros, porém, atrasam por falta de recursos mesmo, esperando uma data mais propícia para efetuarem o pagamento. Diante disso, é importante compreender o comportamento de cada cliente e segmentar sua base segundo as práticas recorrentes.

Se você nota que o cliente sempre paga no dia 20, por mais que o boleto vença dia 10, talvez seja interessante alterar a data de vencimento. Esse tipo de preocupação demonstra que sua empresa está interessada em negociar e manter uma relação saudável.

Para quem atrasa por conveniência, porém, as políticas talvez tenham que ser mais rigorosas, como aumento dos juros e das taxas incidentes. Uma forma inversa de trabalhar isso é concedendo vantagens para pagamentos em dia ou antecipados. Educar os consumidores com relação às consequências do atraso é mais uma maneira de evitar que sua empresa tenha que gerar cobranças adicionais e entrar em conflito com os clientes.

5. Treine bem sua equipe

Cobrar definitivamente não é uma tarefa fácil, exigindo muita paciência e empatia por parte de quem pede um posicionamento do consumidor. Sendo assim, para otimizar a gestão de cobranças e evitar conflitos com seus clientes, é essencial ter uma equipe qualificada para exercer essa função.

Mais que habilidades técnicas, esse time precisa de habilidades relacionais. Afinal, muitas situações delicadas podem ser resolvidas com uma boa negociação, sem prejudicar a receita da empresa e sem constranger o cliente. Um bom atendimento também faz toda diferença. A solicitação de uma segunda via de boleto ou de informações adicionais podem ser determinantes para a continuidade da relação entre empresa e consumidor.

6. Aposte no outsourcing dessa operação

Se você está em busca de uma forma de não se despreocupar com tudo isso, talvez o outsourcing da gestão de cobranças seja uma ótima opção! Nesse caso, tecnologia atualizada, equipe qualificada e meios para fazer uma gestão de cobranças eficiente são disponibilizadas para sua empresa sem que você tenha que criar um setor específico para isso ou sequer mobilizar parte da sua equipe.

A partir do fechamento dos contratos, a empresa é informada sobre as cobranças que devem ser feitas e passa a fazer o gerenciamento de todo o processo, montando e enviando relatórios analíticos para que você consiga visualizar o desempenho.

Terceirizar a gestão de cobranças permite que você foque seus esforços no core business da empresa, preocupando-se com estratégias de expansão e aumento da competitividade em seu setor. Essa tática também colabora para a economia de recursos, já que sua equipe fica mais enxuta. Isso sem contar que ainda traz maior retorno financeiro, pois empresas especializadas trabalham com metas de recuperação de crédito.

No fim das contas, contar com uma boa parceria na gestão de cobranças sempre pode elevar sua performance financeira. Para isso, basta que você escolha uma empresa de confiança, alinhada com os objetivos e a cultura do seu negócio!

Se você busca por mais informações como essas, siga o perfil da Vexia nas redes sociais para ficar sempre por dentro das novidades!